AEROPORTOS DE MINAS NO RANKING DE PASSAGEIROS

AEROPORTOS DE MINAS NO RANKING DE PASSAGEIROS

0 593
Foto: Cleiton Borges

As movimentações de passageiros nos aeroportos do estado bateram recordes em 2017. Segundo os dados do Observatório do Turismo de Minas Gerais, divulgados pela Infraero e BH Airport, o fluxo de usuários aumentou 11,8 milhões.

A nossa querida Uberlândia atingiu a marca de 1,1 milhões de passageiros em 2017, o crescimento foi de 5% em relação ao ano passado.

Para saber mais acesse: https://www.observatorioturismo.mg.gov.br/movimentacao-dos-aeroportos

 

Imagem da internet
Imagem da internet

O TURISMO É ACESSÍVEL E INCLUSIVO PARA TODOS

Foi aprovado no início do mês a nova regulamentação da Lei Brasileira de Inclusão (LBI) para hotéis e pousadas do país. As mudanças são propostas em três categorias diferentes, sendo que a primeira e a segunda devem possuir 10% da sua capacidade total adaptadas para portadores de deficiência no prazo de 4 anos. A terceira categoria refere-se as novas construções que devem dispor de 5% de dormitórios construídos segundo as normas técnicas de acessibilidade da ABNT, e os outros 95% devem possuir de recursos de acessibilidade.

Para saber mais acesse: http://www.turismo.gov.br/%C3%BAltimas-not%C3%ADcias/10836-lei-brasileira-de-inclus%C3%A3o-%C3%A9-regulamentada.html

Imagem da internet
Imagem da internet

A DESBUROCRATIZAÇÃO DOS VOOS FRETADOS

A nova regulamentação para voos fretados, que passa a valer a partir do dia 25 de março, pode inserir 10 milhões de brasileiros no mercado de viagens e favorece o turismo no Brasil.  O anuncio feito pelo diretor-presidente da Anac, Ricardo Botelho, beneficia as pessoas que moram em cidades não atendidas pela malha aérea convencional. A medida simplifica a contratação feita pelas agências e operadoras de viagem.

Imagem da internet
Imagem da internet

TECNOLOGIA IMPULSIONA SEGMENTO HOTELEIRO

O crescente interesse dos hotéis e pousadas por soluções tecnológicas movimentam o mercado e agrega valor aos usuários. Segundo o Fórum de Operações Hoteleiros do Brasil (FOHB) o setor tem o potencial de investimento de aproximadamente R$12,8 bilhões no período de quatro anos (2016 a 2020). Os principais produtos procurados são: segurança, internet e otimização de serviços.

 

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta